Esteja sempre com Deus em seu coração!

Esteja sempre com Deus em seu  coração!

AMADA MARIA

VAMOS EMANAR LUZ E AMOR A GAIA!!

Imaginem que sozinhos somos uma força que cria e emana luz,mas se somos muitos essa emanação é muito maior! Vamos praticar a Unidade em busca de um Planeta melhor e mandarmos não só uma vibração, mas muitas para Gaia! Junte-se a nós! Para isso ,basta somente entrar no blog como seguidor ou se, você já tem uma conta google ou open id . É somente marcarmos a presença no quadro abaixo ,para sabermos as pessoas que estão emanando luz ,e a quantidade emanada!Siga alguns passos que estaremos disponibilizando abaixo. Mãos unidas e começar a trabalhar. Participe faça um pouquinho pela nossa Gaia e você não imagina o quanto estará fazendo de bem para nosso planeta e para vocês mesmos! jjklj.gif (14146 bytes) AJUDE-NOS A LIMPAR A ATMOSFERA TERRESTRE. Se você enviou amor para Gaia hoje e está ajudando na limpeza da Atmosfera Terrestre, se apresente no Mural abaixo querido irmão/a. OBRIGADO!! :) MÉTODO DE ENVIO DE GAIA AMOR MÉTODO UTILIZADO PELO GRUPO-CÍRCULOS Alexiis NOTA - Vemos, irmãos, a ação a ser tomada com toda a força necessária, diariamente, não importa o tempo agora, porque fechamos os olhos e entramos no mundo da imaginação, um lugar onde não há tempo dimensional, e pode ser mais real do que o físico bem conhecido ... Nós encaramos todos os envolvidos juntos em um círculo, unindo as nossas energias de Luz e Amor do 12 em um, como uma consciência de grupo de nós mesmos e nossos eus superiores,-que já estamos cientes deste cada unidade de energia-este Luz unificada e Amor ... a inalar ... exalar e do nosso coração ... com vista no centro de Gaia ... com esta unificada coração Um sopro ... e depois ... também, uma forma mais dirigida à consciência da humanidade, com a mesma intenção, e, portanto, repetido seis respirações coração de Gaia, e outro seis respirações expandiu-se para a consciência da humanidade. E depois entramos numa meditação livre ... onde todos nós estamos na Nova Terra que já está criado ... vivendo com alegria absoluta que sabemos sobre o nosso grupo, todos os grupos, e toda a humanidade que vibra neste estado de consciência existe lá ... Esta é a base para todas as atividades também na unidade total, é no grupo que é cada um / a, nós visualizamos todos os grupos dentro de um círculo maior ou esfera em equilíbrio total, onde somos um com a mesma intenção de ajudar Gaia e toda a humanidade. CERIMÔNIA dia fazendo - disse, sentindo e sendo o folowing ... 1 .- I, da guarda / na do pilar da minha própria luz, ativo, neste lugar na Terra, a energia da luz, o maior bem de nossa querida Mãe Terra e toda a humanidade. 2 .- I, da guarda / na coluna de meu amor próprio, ativo, neste lugar na Terra, a energia do amor, pois o maior bem de nossa querida Mãe Terra e toda a humanidade. 3 .- I, da guarda / na do pilar da minha própria unidade, ativo, neste lugar na Terra, a energia da unidade para o maior bem de nossa querida Mãe Terra e toda a humanidade. 4 .- I, da guarda / na do pilar da minha própria liberdade, a atividade desta parte da Terra, a energia da liberdade, para o maior bem de nossa querida Mãe Terra e toda a humanidade. 5 .- I, da guarda / na do pilar da minha própria sabedoria, ativo, neste lugar na Terra, a energia da sabedoria, para o maior bem de nossa querida Mãe Terra e toda a humanidade. 6 .- I, da guarda / na do pilar da minha própria felicidade, ativo, neste lugar na Terra, a energia da alegria, para o maior bem de nossa querida Mãe Terra e toda a humanidade. 7 .- I, pilar da guarda / na da minha própria paz, Ativo, nesta parte da Terra, a energia da paz, para o maior bem de nossa querida Mãe Terra e toda a humanidade. 8 .- I, da guarda / na coluna de minha própria vontade, ativo, neste lugar na Terra, a energia de harmonia, pois o maior bem de nossa querida Mãe Terra e toda a humanidade. 9 .- I, pilar da guarda / na da minha própria gratidão, ativo, neste lugar na Terra, a energia da gratidão, pelo bem maior da nossa querida Mãe Terra e toda a humanidade. 10 .- I, pilar da guarda / na da minha própria Verdade, Ativo, nesta parte da Terra, a energia da verdade, pois o maior bem de nossa querida Mãe Terra e toda a humanidade. Nós combinamos as energias dos 10 pilares da IGHLUZ para ativar todas as energias de: Luz, Amor, Unidade, Liberdade, Sabedoria, Alegria, Paz, Harmonia, Gratidão e Verdade, em colaboração com os nossos eus superiores, com todos os Seres de Luz sempre nos ajudando com os Devas e os Elementais desse lugar, e, o Grande Energia Cósmica Universal de Cristo, para o maior bem de nossa querida Mãe Terra e toda a Humanidade Alexiis Blog: http://alexiis-vozdelaluz.blogspot.com
DEARS BROTHERS AND SISTERS!! Each day come and take a few minutes of your attention and emanation of light to Gaia and so we have a stream of people pouring love and light to all mankind and Gaia! Only write in this box and know that every brother participates and the number of people sending their energy for our beloved planet! Kisses in the heart of each brother, lightworker! Gisele Merise

segunda-feira, 12 de março de 2012

SANTA TERESA DE LISIEUX – 10 de março de 2012 AUTRES DIMENSIONS.


SANTA TERESA DE LISIEUX – 10 de março de 2012 AUTRES DIMENSIONS.

SANTA TERESA DE LISIEUX – 10 de março de 2012

Mensagem publicada em 12 de março, pelo site AUTRES DIMENSIONS.
Irmãos e Irmãs na humanidade, eu rendo Graças por sua Presença neste espaço.
Eu sou TERESA, uma das Estrelas, diz-se, em ressonância com PROFUNDIDADE.
Eu estou na junção do elemento Terra e do elemento Água.
A Água que fecunda a Terra, a Água que entra nas profundezas da Terra, a fim de vivificá-la.
Eu sou, também, por tê-lo exprimido em numerosas reprises, o Caminho da Infância, da Pequenez, aquela que pretende ser insignificante e negligenciada, aqui, não num qualquer paradoxo de querer desaparecer, mas porque, muito jovem, em minha última encarnação, após uma experiência específica vivida em minha infância, eu apreendi que havia dois mundos.
Esse mundo em que havia seres, como eu, seres a amar mais ou menos, seres com os quais havia relações de carne, de sangue, e, depois, havia a religião, algo que era misterioso, mas que não era visível,
Para uma criança, é muito desagradável não ver algo de que se fala todo o tempo, em sua família.
A partir do instante eu que eu vivi meu primeiro encontro com esse outro mundo, pareceu-me óbvio que esses dois mundos estavam separados, o que quer que disso dissessem aqueles que oficiavam nas igrejas, o que quer que disso dissessem meus pais, meus irmãos, minhas irmãs, essencialmente, uma vez que meu irmão morreu muito jovem.
Eu jamais pude imaginar outra coisa, e pensar outra coisa: para ter acesso a esse outro mundo havia como um princípio de vasos comunicantes e que eu não podia ser o que quer que fosse, aqui, se eu quisesse, em minha cabeça de criança, obter alguns favores desse Céu, a fim de que, se fosse possível, Viver, muito rapidamente, esse Céu.
Como eu o disse mais tarde, antes de partir a esse lado de onde eu me exprimo, eu dizia que eu passaria meu Céu a fazer o bem sobre a Terra, através de certo número de sinais.
Muitos seres humanos puderam concretizar esses sinais.
Desde o início desse dia, minhas Irmãs falam-lhes desse Casamento Místico, dessa Aliança Sagrada, desse Sacramento Final à Unidade, à Verdade, ao Cristo, ao Absoluto.
Minhas Irmãs falaram-lhes, ao mesmo tempo, de condições e de manifestações dessa Onda de Vida em vocês.
Minha Irmã GEMMA deu-lhes, mesmo, há pouco tempo, observações a manter, de algum modo, para viver o Absoluto, esse Casamento, desposar o CRISTO, desposar o Absoluto.
A Onda de Vida, como foi enunciado por GEMMA, pouco antes de mim, é um movimento ascendente que vem, de algum modo, completar um movimento descendente.
A descida do Espírito Santo, a descida da Luz fecundou a Terra, fecundou sua carne, em seus recantos, eu diria, os mais íntimos, nos quais se encontravam não unicamente os últimos apegos à personalidade, mas, efetivamente, todas as coisas que estão, ao nível da humanidade, inscritas numa noção de pecado (qualquer que seja a religião, qualquer que seja sua cultura), nos quais se encontram inscritas as dúvidas, nos quais se encontram inscritos não apegos, mas a apreensão Final, aquela da morte, é claro: a grande interrogação e o grande enigma.
Ir às suas profundezas é bem mais do que aceitar ver, como dizia o Comandante (ndr: O.M. AÏVANHOV), suas próprias Sombras, não mais pô-las sob o tapete, vê-las.
Ir às profundezas é mais do que isso, é apreender que, no Absoluto, tudo o que, ao nível do limitado da pessoa e da experiência da carne, aqui, nesse mundo, pode aparecer como ferida, como falta, como tragédia ou como felicidade, tudo isso participa da mesma ilusão, da mesma coisa a que vocês nomeiam e que eu nomeio, com vocês, agora, efêmero.
Tudo isso não tem qualquer lugar no tempo nem na Eternidade.
A única experiência que vocês qualificariam de mística teve a chance de produzir-se, em mim, na idade da infância e, portanto, deixar essa marca indelével, essa necessidade de voltar a tornar-me a menor dentre os humanos aqui, eu repito, para atrair favores do CRISTO.
É claro, isso me consumiu: eu me consumi de Amor, durante minha frágil vida, até morrer, como vocês, talvez, saibam, escapar desse mundo, extremamente jovem.
Hoje, nesse mundo, nesse tempo em que vocês estão, vocês não têm mais que se consumir de Amor, mas Ser o Amor.
É essa última etapa da qual lhes falaram os Arcanjos, os Anciões, algumas de minhas Irmãs.
Essa última etapa, se se pode chamá-la assim, não é um resultado, ela é, realmente, um Coroamento que vem pôr fim a todas as ilusões, mesmo aquelas escondidas, como tabu, em todas as suas profundezas, inscritas na carne humana, ou seja, no DNA, no que vocês chamam de seus cérebros os mais antigos.
É, portanto, algo de que não se pode escapar, apesar de nós: essa noção de pecado, essa noção de culpa, essa noção de fragilidade da carne, de sujidade.
Mesmo se, em definitivo, tudo isso seja apenas uma ilusão, ela participa tanto da ilusão como da manifestação da Alegria.
Vem um momento em que, quando vocês aceitam entrar em suas profundezas (não para ver sombras, tanto ilusórias como o que vocês podem ver em outros lugares): é o momento em que vocês capitulam, é o momento em que vocês rendem as armas, é o momento em que vocês voltam a tornar-se uma criança e dizem, de algum modo: «que Sua Vontade seja feita e não a minha».
É o momento em que vocês capitulam diante, ao mesmo tempo, da enormidade e do próprio absurdo de tudo o que faz esse mundo.
Eu o repito: quer essa vida seja a mais feliz, a mais simples ou a mais dolorosa, isso estritamente nada muda na problemática da Profundidade.
O Casamento Místico, hoje, vem fecundá-los.
Quem se casa não é, em definitivo, outro além de você mesmo: você mesmo no efêmero, que deixa o lugar para você mesmo, na Eternidade.
Esse momento marcante que lhes é oferecido, porque é uma das Doações do Manto da Graça, representa a Doação de Amor do CRISTO, a Doação de Amor do Absoluto.
Essa Doação de Amor, é a vocês que cabe apreender-se dela, inteiramente, como uma corda que lhes é trazida, em seu seio, no mais profundo de todas as desordens como de todas as alegrias.
Ir até o mais profundo, não para ali discernir o que é Sombra, o que é resistência, mas, efetivamente, para deixar a dúvida, a apreensão, o medo, o medo dessa carne perecível, e vencê-la.
Não por qualquer vontade, mas, efetivamente, como foi dito e repetido, pela ação, ao mesmo tempo, da Luz, de sua Inteligência e, sobretudo, doravante, a ação do Manto Azul da Graça porque, naquele momento, vocês viverão, realmente, esse Absoluto.
Vocês constatarão que há, em vocês, um estado diferente de tudo o que pôde ser experimentado.
Vocês constatarão que tudo o que tinha peso, corpo, densidade, não existe mais para vocês: vocês entram em esferas de leveza, e essa leveza não é, simplesmente, da Alegria, nem simplesmente um estado de contentamento.
É bem mais do que isso, e isso lhes é oferecido.
Não há qualquer barreira, não há qualquer obstáculo, nada há entre vocês e Isso: apenas a dúvida.
Isso é bem além dos últimos apegos, uma vez que é o Último apego, não unicamente o medo do desconhecido ou da morte, mas o medo da Transcendência dessa carne perecível.
A Ascensão desenrola-se, para vocês que estão presentes sobre esse mundo, nesse mundo, em sua carne.
E é essa carne, nomeada ilusória, que deve Transfigurar-se, que deve Ascensionar, com ou sem essa carne, a mais densa.
Contudo, o Casamento Místico os faz descobrir uma passagem obrigatória, que é aquela de suas próprias profundezas, que nada mais é do que a última morte.
O que eu chamei a Porta Estreita, o Caminho da Infância nada mais é, de qualquer modo, do que esse Abandono total de tudo o que foi encontrado, de tudo o que foi vivido, de tudo o que foi experimentado.
Vocês nada têm a reter.
Apreender-se da corda e apreender-se desse Absoluto é, indiscutivelmente, soltar todo o resto.
E quem mais, melhor do que a criança, pode realizar isso: voltar a tornar-se como uma criança, abandonar toda veleidade, porque nada há a conquistar.
Abandonar toda experiência, porque nada há a experimentar.
Abandonar todo estado, porque todos os estados são apenas transições para esse Último.
Então, a Onda de Vida que rompeu, de algum modo, as últimas dúvidas, os últimos apegos além dos apegos, vai deixar emergir, em vocês, desde as zonas as mais profundas, desde os pés, desde essa zona qualificada de vergonhosa.
Tudo o que dizia respeito ao primeiro chacra (à carne), ao segundo chacra (a tudo o que se refere ao poder) explode-lhes na cara.
Então, é claro, quando se é uma criança, como eu, é-se, efetivamente, incapaz de pôr palavras como Gozo, como Êxtase.
E, no entanto, vocês, que têm a experiência, pela sua vida (dessa vida que vocês levaram ou que levam), é exatamente isso.
Mas esse indizível é bem mais do que o que é vivido na limitação.
Tocar as profundezas não é descer.
Tocar as profundezas é apoiar-se em tudo para ser Tudo, é nada mais ser, quebrando o impulso da seiva de Vida, quebrando o impulso da Onda de Vida, essa Onda entusiástica que sobe e que os percorre, permutando, de algum modo, esse Canal do Éter, essa Via Sagrada situada ao longo da coluna vertebral e que não está mais nem atrás nem na frente.
Não há mais antes.
Não há mais depois.
Não há mais atrás.
Não há mais o que quer que seja além dessa Onda.
A Profundidade é, certamente, o último obstáculo porque, é claro, a Luz é sempre concebida – e, sobretudo, se é criança – como um ideal, como uma perfeição, como algo inacessível nesse mundo e que, talvez, será acessível de acordo com as ações efetuadas.
Foi assim que eu compreendi criança: todas essas noções de dúvida, de proibido, de pecado, todas essas noções limitantes, frustrantes não existiriam mais, uma vez liberada da carne, nos braços do CRISTO.
Então, é claro, apesar disso ser representações, para mim, isso me permitiu levar a efeito meu Pequeno Caminho, isso me permitiu viver em toda serenidade o fato de deixar esse mundo.
Embora ainda apegada, no sentido profundo, ao que restava de minha família, às minhas irmãs, ao CRISTO, eu dei esse passo, aquele de superar esse medo, porque, a partir do instante em que vocês superam o medo, a partir do instante em que superam esse choque no qual lhes dizem, no qual vocês sentem que vão desaparecer, vocês se apercebem, naquele momento, de que, quanto mais vocês desaparecem, menos desaparecem, de que, quanto mais tudo se apaga, mais tudo se acende e é unicamente naquele momento que a Onda de Vida pode, efetivamente, apreendê-los e animá-los.
A morte, naquele momento, não deve, absolutamente, nem ser temida, nem projetada.
O desaparecimento do efêmero, ao mesmo tempo conservando, de momento, essa forma que vocês têm, deve ser, ao contrário, muito mais fácil, mas é o mesmo sentimento, aquele de dúvida, aquele desse último apego à carne, ao que é perecível, é isso que a Onda de Vida vem consumar.
Então, isso não lhes pede uma armadura de guerreiro, isso não lhes pede para bater-se ou debater-se, isso lhes pede, simplesmente, para passar através, qualquer que seja o modo.
Isso lhes pede, simplesmente, para aquiescer à Luz, aquiescer ao Absoluto, aquiescer ao CRISTO, o que quer que se manifeste em sua consciência, o que quer que se manifeste nesse corpo, o que quer que se manifeste na personalidade ou mesmo naquele que contempla a Luz.
Que arriscar?
Que temer?
O Absoluto é tudo.
Ele é Amor.
Ele é Luz.
Esse mundo não o é.
Todos, na encarnação, seja o pior dos assassinos, seja o Caminho da Infância, seja seu caminho que é pessoa, todos, sem qualquer exceção, eu digo, efetivamente, sem qualquer exceção, têm a mesma capacidade de cruzamento.
Vocês não podem julgar um caminho, porque esse caminho é pessoal.
Cada caminho pessoal é diferente, e todos os caminhos, em definitivo, podem apenas levar ao Absoluto e à Eternidade.
Compreender isso é aceitar, mesmo, as próprias dúvidas, não para dar a elas mais peso, mais realidade, não para ali apegar-se, mas, bem mais, para vê-las pelo que elas são: coisas que passam.
Como disseram minhas Irmãs, um pensamento pode passar.
Então, quando vocês oram, quando meditam, vocês podem ter pensamentos sadios, mais pensamentos ou muitos pensamentos, mas pouco importa porque, se vocês tomam, aí também, o tempo de colocar-se, mesmo na contemplação da Luz – no que nossos Irmãos e Irmãs chamam o Si, como os Arcanjos – então, no Si Luz, como no Eu-Sombra, há uma Transcendência.
Há uma Transcendência a partir do instante em que todo sentido de todo Eu, de todo prazer ou de todo desprazer os faz não refletir, mas apreender, de algum modo, seu próprio absurdo, porque nós sabemos, todos, sobre esse mundo, nenhum prazer é eterno, nenhum desprazer é eterno, nenhuma vida é eterna: tudo passa por ciclos, tudo passa por experiências.
Então, qual experiência pode alterar, realmente, esse outro mundo que é perfeito, que é o Amor, a Graça, que é repleto de Anjos, de Seres de Luz?
A partir desse instante, o Manto Azul da Graça vai agir em vocês.
Porque ele vai dar-lhes não a esperança, mas ele vai dar-lhes a viver, realmente, a ver – interiormente e em profundidade – o absurdo, o absurdo total de tudo o que não é Amor.
O Amor não é a dúvida.
O Amor não é nem o sofrimento nem o prazer.
O Amor não é a Alegria.
Ele é bem mais do que isso.
O Amor é a própria natureza do que nós todos somos, sem qualquer exceção, quando todos os Eus do parecer, quando todos os Eus os quais nós temos – ou rejeitamos – apagam-se, porque eles aparecem como eles são: absurdos.
Mas isso não os relega, contudo, como para rejeitar, como para descartar de nosso caminho de Luz, mas, bem mais, para compreender que, finalmente e em definitivo, não há nem caminho, nem Sombra, nem alegria, nem dor, porque tudo isso procede do efêmero.
Essa sede de Eternidade, essa sede de Unidade, eu repito, ela é, ela também, inscrita em toda consciência, sem qualquer exceção, desde a partícula a mais elementar até o conjunto de Universos, de Multiversos, de Dimensões.
Esse princípio é o mesmo, imutável, de toda Eternidade, em todo Criado e no Incriado.
É isso que nós somos.
Então, é claro, ir às profundezas não é ir à escuridão, não é ir para infernos outros que não aquele no qual nós todos estivemos confinados.
É ir ao reencontro do Absoluto: Transcender o Si, Transcender o Eu-Sombra ou o Si Luz, ir para esse indizível, viver esse indizível porque, assim que há reencontro, não pode mais haver perda, não pode mais haver separação.
Tudo o que é verificado e realizado, naquele momento, coloca-os, definitivamente, com o CRISTO, ou seja, «sobre esse mundo, mas não desse mundo».
As ilusões desaparecem; resta, apenas, a certeza desse Absoluto, apenas a certeza desse Inefável Êxtase.
Assim é o Casamento Místico.
Ter disso a consciência, mesmo se não é, ainda, vivido pela Onda de Vida, propicia a certeza de que, no momento vindo, momento Último desse mundo, vocês o viverão.
Então, efetivamente, nada há a temer.
Apenas o que sua consciência pode projetar (seja na pessoa como naquele que contempla a Luz), tem o mesmo jogo e o mesmo papel: distanciá-los, de alguma forma, de sua natureza e de sua Essência.
Mas, quando vocês descobrem a Verdade, aquela que o Arcanjo ANAEL nomeou Verdade Absoluta, vocês apenas podem ser o Absoluto.
Vocês não podem ser nada do que acontece, nada do que nasce, nada do que perece; vocês não podem ser nada do que creem, do que vocês definem.
Vocês não são quaisquer de suas projeções.
Vocês não são qualquer tempo, nem o passado nem o futuro.
Vocês não são qualquer espaço e, sobretudo, qualquer forma.
Viver o Absoluto dá-lhes a viver a ausência de limites, mesmo se a consciência está, ainda, inscrita numa forma, qualquer que seja.
Vocês vivem a consciência de que isso é um tempo, e de que esse tempo não é a Eternidade, ainda menos o Absoluto.
Então, naquele momento, como já o disseram minhas Irmãs, vocês reencontram a Paz, porque vocês são a Paz.
Vocês reencontram a Felicidade, porque vocês são a Felicidade.
Vocês são, ao mesmo tempo, o que está no alto, o que está embaixo: não há diferença.
O Casamento Místico está consumado.
Ele consumou, de algum modo, pela Água de Vida, o Fogo de seu Coração.
Vocês são, naquele momento, nem o Fogo, nem a Água, nem o Ar, nem a Terra; vocês se tornaram o Éter, o que sustenta os mundos, as Dimensões, as manifestações, o que está presente por toda a parte, absolutamente por toda a parte.
O tempo da Graça, o Manto Azul da Graça que se derrama em vocês, que é vocês, é, de algum modo, esse impulso Último, esse Apelo urgente da Luz para viver, enfim, sua Natureza e sua Essência, para não mais interessar-se, simplesmente, ao que é superficial, às atividades desse corpo ou de seus pensamentos, mesmo se, é claro, isso não os dispense, em alguns casos, de efetuar suas atividades comuns.
O que quer que a Luz faça, de qualquer modo, sendo Absoluto, nada pode alterar o Absoluto.
Quer vocês possam fazer ou não mais, a Luz provê a tudo.
Se vocês soubessem quanto essa frase, em minha infância, surpreendeu-me e quantas vezes eu a repeti a mim mesma (nos evangelhos, quando o CRISTO dizia): «será que o pássaro preocupa-se com o que ele vai comer amanhã?».
E eu me dizia, mesmo criança: «mas o pássaro não é humano, o pássaro não constrói tudo o que nós construímos, nós, humanos.
E, portanto, o pássaro estaria, em sua despreocupação, finalmente, mais próximo da Verdade? Ele seria a Verdade?».
Efetivamente muito tempo, desde meu acesso ao que eu sou, eu compreendi que essa frase era a estrita Verdade.
É claro, alguns podem viver essa frase pela vontade do ego, mas não é disso que eu falo.
O que eu falo é do Caminho da Infância, ou seja, esse momento, há a despreocupação, a espontaneidade.
Há o que ainda não foi apanhado pelas obscuridades – assim nomeadas – desse mundo, pela carne, pelas emoções, pelas feridas.
A Onda de Vida faz de vocês, ou fará de vocês seres de Verdade e de Absoluto, regenerados por sua própria natureza.
Lembrem-se de minhas palavras: qualquer que seja a Onda de Vida que os percorre, ou não, vocês a viverão.
Apenas a dúvida pode freá-la, mas não pode apagá-la, porque nada pode apagar o Absoluto.
Nada pode substituir-se a Ele.
Então, meu modo de portar a Onda de Vida a vocês não emprega palavras como pode empregá-las minha Irmã GEMMA, mas pouco importa.
Se vocês penetram além das palavras, além de uma compreensão, vocês vivem a Essência do que eu lhes digo, ou vocês a viverão.
Não há tempo.
O que se realiza, nesse momento mesmo, sobre a Terra, é a Ascensão da Terra, contudo, vocês disso não conhecem a verdade ou a realizada no agenciamento desse tempo ilusório no qual vocês estão.
Nós sempre dissemos e, sobretudo, os Anciões, que vocês haviam trabalhado para aliviar o fardo da dúvida, do sofrimento, da prova.
Hoje, vocês estão na fase em que descobrirão ou viverão, mesmo, a prova, porque muitas coisas foram consumadas, e nós lhes rendemos graças pelo que foi consumado.
Mas, hoje, a Ascensão da Terra é real e efetiva.
Então, o ego, a pessoa colocar-se-á, sempre, a questão de saber se haverá três dias, se haverá o Apelo de Maria.
Mas qual mais belo apelo pode existir do que aquele da Doação da Graça a si mesmo, bem além de Maria, bem além do CRISTO, bem além de nossa apresentação?
Se o Manto Azul da Graça – que assinala o Despertar da Terra, a Eternidade da Terra – pode evitar todo o resto, então, assim seja.
Por que querer imaginar, projetar, pensar que tudo isso vai ser difícil, que a Porta Estreita é uma Porta difícil de cruzar?
Ela é difícil a cruzar para o ego, para a pessoa, com tudo o que a obstrui, todas as ilusões, todas as Crenças, todas as certezas também.
Mas a Onda de Vida alivia seu fardo.
Ela vem liberá-los de tudo isso.
Vocês não são a dúvida.
Vocês não são qualquer limite que seja.
Sejam Simples.
Sejam essa Infância.
E o Reino dos Céus será o seu, porque não há outro Reino, não há outra Verdade.
A Onda de Vida que eu lhes transmito, através dessas algumas palavras, é, também, testemunho.
Mas eu rendo testemunho de que ou de quem?
Simplesmente, de vocês, de cada um de nós, do que nós somos, no Absoluto.
Aí está o que a Estrela PROFUNDIDADE tinha a dar-lhes: outra faceta de vocês mesmos, desse prisma perfeito, desse Absoluto total.
Em geral, eu prefiro fazer meus milagres – como eu os nomeio, mais, eu diria – a titulo individual.
Quando uma alma, um corpo, quando um espírito ou quando uma pessoa, sem qualquer crença, ora a mim, então, eu respondo, sempre, pela rosa.
Isso vocês sabem, todos, aqueles que se interessaram por minha curta vida.
Não há condição de crença, não há qualquer condição.
Eu intervenho, a partir do instante em que a Comunhão pode estabelecer-se.
Não há qualquer condição limitante no pedido.
Há apenas aquele que é, de algum modo, o tempo de seu pedido, para voltar a tornar-se como uma Criança que se dirige a outra Criança, para além de qualquer prejulgamento, para além, mesmo, do próprio pedido, de sua satisfação.
Hoje, as Núpcias Místicas, essas Núpcias de Luz que vocês vivem, levam-nos a viver estados não comuns em sua fase de instalação.
Vocês mantêm a lembrança de suas deslocalizações, de seus sonhos – que não são sonhos – mas, também, do que pode, por vezes, ser projeções num ideal, no que poderia ser a Onda de Vida, no que ela vai mudar, de maneira definitiva, algo.
Todas essas abordagens são, ao mesmo tempo, encorajamentos e dúvidas.
Vão, cada vez mais, para a Simplicidade.
Vocês nada têm a reivindicar, porque vocês o São, de toda a Eternidade.
Vocês nada têm a pedir, de fato, porque vocês são o Tudo.
Assim que vocês se aproximam desse estado de Graça, imediatamente, vocês estão em Comunhão.
Então, seja com uma personificação de Teresa, seja com uma Estrala, seja com um Ser de Luz, isso ilustra desconhecido nesse mundo, o princípio é o mesmo.
Apenas a parcela limitada é que procura identificar, nomear, dar um nome a uma forma que, de fato, não tem forma.
Essa é a lógica humana: não há que rejeitar, há, simplesmente, disso estar lúcido e, verdadeiramente, apreender que vocês nada são de tudo isso.
Questão: de onde vem a impressão, quando de um sonho, de viver, realmente, outra vida?
Minha Irmã, eu penso que muitos Anciões, em especial orientais, explicariam isso muito melhor do que eu.
Até o presente, e do que eu compreendi, também (e de minha vivência no Absoluto), aqui, sobre esse mundo, há a consciência comum, aquela que realiza suas ocupações, tanto as mais simples como as mais complexas.
Há uma consciência chamada de sono que é, de fato, uma ausência de consciência.
Vocês não estão mais nesse mundo.
Vocês não são mais essa pessoa.
Onde vocês estão?
E, depois, nesse sono, nessa a-consciência, há momentos de sonho.
Quando vocês saem do sonho, pela manhã, até o presente, vocês sabiam que haviam sonhado.
A particularidade destes tempos é que, qualquer que seja esse sonho, vocês não sabem mais quando sonham.
Será que vocês sonham quando estão acordados ou será que vocês sonham quando estão sonhando?
Eu responderei, nos dois casos: «vocês não são nem um nem o outro».
Portanto, é claro, isso pode ser desconcertante para o ego, para a pessoa, e, mesmo, para o Si, porque há um basculamento, de algum modo.
O que é real?
O que é irreal?
Até o presente, o sonho aparecia como irreal e, para alguns de vocês, o modo de fazê-los soltar suas últimas dúvidas, é tornar, de algum modo, seus sonhos mais vivos do que sua vida, para que vocês percebam que tanto um como o outro, de fato, são apenas uma ilusão, apenas uma projeção.
Assim age a Onda da Graça.
Ela os prepara.
É claro. Há, também, mecanismos de deslocalização.
Então, é claro, quando vocês sonham, o cérebro vai dar-lhes imagens.
Por exemplo, vocês estavam na embarcação: ele vai fazê-los fazer ver um barco, um avião, um automóvel.
Vocês reencontram seres que conhecem, na vida desse mundo, e vocês os reconhecem, mas não são os mesmos.
É claro que não são os mesmos.
E não são sonhos, tampouco, até o momento em que vocês mantiverem a continuidade da consciência.
Não haverá mais alternância de despertar, no sentido da consciência de vigília e de sono.
Não haverá mais diferença entre o sonho e a realidade comum, porque ambos são a mesma ilusão.
Vocês estarão lúcidos disso.
É isso que se prepara.
Alguns Irmãos e Irmãs chamados, eu creio, primitivos, dizem que esse mundo toca ao seu fim, que o tempo do sonho toma fim e que, de fato, o sonho era crer nesta vida, se é que não seja um pesadelo.
Mas, mesmo o mais belo dos sonhos não é a Verdade.
Questão: há um trabalho a fazer para acompanhar a Ascensão da Terra?
Sobretudo, nada acompanhar.
Sobretudo, nada fazer.
Sobretudo, nada querer.
Porque nada do que possa ser empreendido – pela personalidade ou pelo Si – pode conduzir ao Absoluto.
Contentem-se de Ser, de viver o que a Vida dá-lhes a viver, no efêmero, estando conscientes de que vocês não são isso; estando lúcidos sobre tudo o que nós temos dito, desde algumas semanas.
Todo o resto estabelecer-se-á por si.
Não temos mais perguntas. Agradecemos.
Caros Irmãos e Irmãs na humanidade, nada mais tenho a acrescentar sobre a Onda de Vida.
Eu nada mais tenho a acrescentar sobre a Profundidade.
Eu lhes agradeço por terem permitido exprimir-me entre vocês, por ter vivido com vocês o que alguns de vocês, aqui, já vivem, em Verdade.
E eu lhes digo: não, vocês não estão sonhando.
Não, vocês nada estão projetando.
Não, vocês nada estão imaginando.
Essa é a estrita Verdade de quem vocês São: esse Absoluto, esse indizível Amor.
Vocês são a Onda de Vida, e eu os abraço, a todos, em meu Coração, que é seu Coração.
Até breve.
___________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: www.autresdimensions.com.

Nenhum comentário:

TESTE PSICOLÓGICO JAPONÊS

IMPRESSIONANTE TESTE PSICOLÓGICO JAPONÊS. Clique aqui: http://www.ociocriativo.com.br/trivias/pub/teste1.htm http://www.ociocriativo.com.br/trivias/pub/teste1.htm

ORAÇÃO AO GRANDE ESPIRITO

Oh! Grande Espírito, que criou tudo antes e que reside em cada objeto, em cada pessoa e em todos os lugares, nós acreditamos em Ti. Nós Te invocamos dos mais distantes lugares para nossa presente consciência. Oh! Grande Espírito do Norte, que dá asas às águas do ar e rola a grossa tempestade de neve antes de Ti. Tu, que cobres a Terra com um brilhante tapete de cristal, principalmente onde a profunda tranquilidade de cada som é maravilhosa. Tempera-nos com a força para permanecermos como parte da nevasca; sim, faça-nos agradecidos pela beleza que flui e se aprofunda sobre a quente Terra em seu despertar. Oh! Grande Espírito do Leste, a Terra do Sol Nascente. Tu que seguras em Tua mão direita os anos de nossas vidas e em Tua mão esquerda as oportunidades de cada dia. Sustenta-nos para que não esqueçamos nossas oportunidades, nem percamos em preguiça as esperanças de cada dia e as esperanças de todos os anos. Oh! Grande Espírito do Sul, cujo quente hálito de compaixão derrete o gelo que circunda nossos corações, cuja fragrância fala de distantes dias de primaveras e verões, dissolve nossos medos, transmuta nossas aversões, acenda nosso amor em chamas de verdade e existentes realidades. Ensina-nos que aquele que é forte é também gentil; que aquele que é sábio tempera justiça com piedade; e aquele que é um verdadeiro guerreiro combina coragem com compaixão. Oh! Grande Espírito do Oeste, a Terra do Sol poente, com Tuas elevadas e livres montanhas, profundas e extensas pradarias, abençoam-nos com a sabedoria da paz que segue a contenção e a liberdade de quem vive como túnica flutuante nas asas da vida bem - disciplinada. Ensina-nos que o fim é melhor que o começo e que o por do sol não glorifica nada em vão. Oh! Grande Espírito dos Céus, em dias de infinito azul e misturado às infindáveis estrelas da noite de cada estação, lembra-nos o quanto és imenso e bonito e majestoso além de todo o nosso conhecimento ou saber, mas que também não estás tão longe de nós, quanto o mais alto de nossas cabeças ou o mais baixo de nossos olhos. Oh! Grande Espírito da Mãe Terra sob nossos pés; Mestra dos metais; Germinadora das sementes e Celeiro de ocultos recursos da Terra, ajuda-nos a dar graças incessantemente pela Tua presente generosidade. Oh! Grande Espírito de nossas almas, que ardes há tempos em nossos corações e em nossas profundas aspirações, fala-nos agora e sempre de tudo que precisamos saber sobre a grandeza e bondade de Teus presentes para a vida, para sermos orgulhosos do inestimável privilégio de viver.

PODERÁ GOSTAR DE:

Textos espiritualista ,Esotéricos ...

PRECE SILENCIOSA



A oração Silenciosa é um reconhecimento de Tudo O Que É.
Nesta oração eu sei que tudo que eu evoquei foi ouvido pelo espírito e que me foi dado tudo aquilo que pedi.

É um reconhecimento de que minha alma é completa no amor e na graça de Deus.

É um reconhecimento de meu total estado de perfeição e de Ser. Tudo aquilo que desejo, tudo o que quero co-criar, já esta dentro de minha realidade.

Eu a chamo de Prece Silenciosa porque sei que meu ser já está realizado.
Não há necessidade de pedir nada ao espírito, porque tudo já lhe foi dado.

Em meu coração, eu aceito meu Ser Perfeito.
Eu aceito que a alegria que eu quis já esta em minha vida.

Eu aceito que o amor que rezei por ter já está dentro de mim.
Eu aceito que a paz que pedi já faz parte de minha realidade.

Eu aceito que a abundância que procurei já preenche minha vida.
Em minha verdade, eu aceito meu Ser Perfeito.
Eu assumo responsabilidade por minhas próprias criações,
E todas as coisas que estão dentro de minha vida.

Eu reconheço o poder do espírito que está dentro de mim, e sei que todas as coisas são como devem ser.

Em minha sabedoria, eu aceito meu Ser Perfeito.
Minhas lições foram cuidadosamente escolhidas por mim mesmo, e agora eu caminho por elas em completa experiência.

Meu caminho me leva em uma jornada sagrada com propósito divino.

Minhas experiências se tornam parte de tudo que há.

Em meu conhecimento, eu aceito meu Ser Perfeito.

Neste momento, eu me sento em minha cadeira de ouro e sei que sou um anjo de luz.

Eu olho sobre a bandeja dourada- o presente do Espírito e sei que todos os meus desejos já foram realizados em amor por mim mesmo, eu aceito meu Ser Perfeito.

Não faço julgamentos nem ponho fardos sobre mim mesmo.

Eu aceito que tudo em meu passado foi dado em amor.

Eu aceito que tudo neste momento vem do amor.
Eu aceito que tudo no meu futuro resultará sempre em amor maior.

Em meu ser, eu aceito minha perfeição.

E assim é

Arcanjo Miguel


CONSAGRAÇÃO AO ARCANJO MIGUEL

Eu me visto com a proteção do Arcanjo Miguel e desua Legião Angélica


Eu me visto com sua armadura de Luz e recordo-me,aqui e agora, que EU SOU UM SER DIVINO , Filho de Deus , e tenho ao meu dispor a fé e a fortaleza de Miguel para combater o bom combate contra ataques físicos e espirituais que procedem dos inimigos da Luz.

Eu me protejo com a Espada de Luz do Arcanjo Miguel e com ela corto todos os laços que querem me prender ao desespero, a depressão, ao desânimo , a doença , ao desemprego , ao sofrimento , a perseguições...(coloque aqui o que desejar combater).

Eu me renovo com a Luz Azul - Dourada do Arcanjo Miguel e me purifico com o poder da fé e da alegria que provém de seu amparo.

Eu, na condição de TRABALHADOR DA LUZ , me consagro hoje ao poderoso Arcanjo Miguel e com fé, confio em sua proteção e orientação espiritual todos os dias de minha vida.

Que as bençãos de Miguel e seus Anjos de Luz se derramem sobre meus caminhos e de todos os meus irmãos e irmãs que peregrinam na senda do Amor Incondicional e da Paz Divina.

Assim seja, com o Pai, o Filho e a falange do Espírito Santo. Amém!

(consagração ditada pelo Arcanjo Miguel para todos os que querem colocar-se sob sua proteção ).

Oração



A GRANDE INVOCAÇÃO

Do Ponto de Luz na Mente do Pai,
Flua Luz às Mentes dos Homens,
A Luz está na Terra.
Do Ponto de Amor no Coração do Pai,
Flua Amor aos Corações dos Homens,
Cristo está na Terra.
Do Centro onde a vontade do PAI NOSSO é conhecida,
Guie o propósito as pequenas vontades dos homens,
O propósito que os mestres conhecem e a que servem.
Do Centro a que chamamos Raça dos Homens,
Cumpra-se o Plano de AMOR e LUZ,

A LUZ, o AMOR e o PODER restabeleçam o
PLANO DO PAI NA TERRA!
A LUZ, o AMOR e o PODER restabeleçam o
PLANO DO PAI NA TERRA!
A LUZ, o AMOR e o PODER restabeleçam o
PLANO DO PAI NA TERRA!.

ORAÇÃO PELA PAZ NO MUNDO


Há Uma Paz, Um Poder, Uma Presença, que permeia e penetra em todo o Universo.
É uma Força de Deus. É a Fonte de toda a Existência.
Ela está ativa em todas as coisas.
Ela é uma Energia disponível a toda a humanidade e está presente agora, neste exato momento.

Eu compreendo agora que eu sou um pilar da Paz.
Eu sei que eu sou uno com este Poder. Esta Presença Gloriosa é o alicerce do meu ser.
Esta Energia Cósmica flui através de mim e me conecta com toda a Humanidade.

Eu escolho agora usar este imenso poder da minha mente para criar um mundo digno de todos nós.
Eu dirijo os meus pensamentos em direção à Paz, ao Amor, à Cooperação e eu posso ver todas as pessoas do mundo, unidas em uma Celebração Jubilosa da Vida.
Esta energia que eu libero, transforma este momento e toda a eternidade. As gerações que vierem, serão abençoadas com um mundo baseado na Paz.
Pois eu sei agora que a Paz começa comigo e é o legado legítimo para as Humanidades.
Um legado que eu vivo diariamente com todos os meus pensamentos, palavras e ações.

A Paz está aqui agora!
A Paz está aqui para sempre!

Eu agradeço por este momento sagrado de Paz. Eu agradeço por uma eternidade de Paz.
Eu agradeço pela minha família global que vive na Paz.
Eu agradeço pelos laços de amor que nos unem com força e coragem para criar o mundo dos nossos sonhos.

Um Mundo de Paz.

Um Mundo Amoroso.

Um Mundo Pleno de Infinitas Possibilidades.

Eu sou Uno com toda a Existência.
Eu sou Uno com a Fonte da própria Vida.
Eu sou Uno com a Presença da Paz e compartilho estas bênçãos com todo o mundo.

Eu sei que as minhas palavras são cheias de Verdade e de Poder e eu as libero à Lei Universal da Vida.
Eu sei que como eu o disse, assim será.

E assim é.

Paz. Paz. Paz.
Amém.

ORAÇÃO DIÁRIA DO GUARDIÃO DA CHAMA

ORAÇÃO DIÁRIA DO GUARDIÃO DA CHAMA

Uma chama é Ativa.
Uma Chama é Vital
Uma Chama é Eterna.

EU SOU uma Chama Divina de amor radiante
Que emana do Coração de Deus.

No Grande Sol Central
E desce do Mestre da vida!

O meu ser transborda agora com a suma Consciência Divina e a Percepção Solar dos bem-amados Hélios e Vesta.

Peregrino na Terra, avanço cada dia pelo caminho da Vitória dos Mestres Ascensos que me conduz à liberdade eterna pelo poder do fogo sagrado hoje e sempre, manifestando-se continuamente nos meus pensamentos, sentimentos e percepções, transcendendo e transmutando, todos os elementos terrenos nos meus quatro corpos inferiores e libertando-me, pelo poder do fogo sagrado,

Desses focos de energia corrompida, presentes no meu ser.

EU SOU libertado neste instante de tudo o que escraviza pelas correntes da chama divina.

Do próprio fogo sagrado, cujo efeito ascendente faz de mim Deus em Manifestação, Deus em ação, por ele guiado.

Eu Sou um só com Sua consciência!

EU Sou uma chama ativa!

EU Sou uma chama vital!

EU Sou uma chama eterna!

EU Sou uma centelha de fogo em expansão originada no Grande Sol central atraindo a mim agora todos os raios de divina energia de que necessito e que nunca pode ser qualificada pela criação humana e que me inunda da luz e da divina iluminação de mil sóis para que exerça o domínio e seja eternamente a suprema autoridade onde quer que eu esteja!

Onde eu estou, está Deus também.

Para sempre EU SOU um só com Ele intensificando a minha luz com o sorriso do seu esplendor,

A plenitude do Seu Amor a onisciência da Sua Sabedoria, e o poder da sua Vida eterna e o poder da Sua Vida eterna, que automaticamente me leva nas assas vitoriosas da ascensão, que farão regressar ao Coração de Deus do qual eu desci na verdade, para cumprir a sua Vontade e a todos manifestar a vida abundante!

ORAÇÃO PELOS ELEMENTAIS
Em nome da Minha poderosa presença do EU SOU
Vou Curar Milhões de Elementais na Terra

Amada e poderosa Presença do EU SOU, em nome do meu Santo Cristo Pessoal e pelo amor, sabedoria e poder da minha Chama Trina, invoco a ação transmutadora do fogo do meu ser, multiplicado pela Chama Violeta, multiplicada pelo fogo do Grande Sol Central e pelo Magneto do Grande Sol Central!
Invoco esta ação em prol de toda vida elemental, incluindo o meu elemental do corpo e os elementais dos corpos de todas as almas em evolução no planeta Terra.

Peço que a porção da Chama por mim invocada e tudo o que EU SOU possam agora curar milhões e milhões de elementais na Terra!
Decreto que isto aconteça em nome da minha própria Cristicidade, em nome de me tornar o Mestre Ascenso que serei e que já sou, pois a semente está encerrada dentro de si mesma e, a semente da minha poderosa Presença do EU SOU está comigo dentro do meu coração!
Portanto, dedico as porcentagens do fogo da minha corrente de vida permitidas pelos Senhores do Carma, à libertação de toda vida elemental.

Assim o declaro em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo e da Mãe Divina universal e aceito que isso se manifeste agora mesmo com pleno poder e com a benção dos Senhores do Carma.
Amém!

APELO E ORAÇÃO A SER REALIZADA NO MOMENTO DE CURA



Mestre Jesus Cristo, venho diante de vós, rogar a assistência de tuas sagradas mãos de cura e amor, para que as direcione em favor de ...(nome das pessoas as quais será direcionada a cura).

Que neste momento em suas vidas passam por debilidades em seus corpos de manifestação, nesse plano de re-educação da consciência.

Perdoai-os e curai-os. Pelos medos e escolhas que produziram as moléstias que os afligem nesse instante de suas jornadas.

Perdoai e curai todos os pensamentos desequilibrados que foram gerados em suas mentes,

Perdoai e curai todas as emoções desarmonizadas que foram geradas por seus egos,

Perdoai e curai todas as freqüências mal qualificadas que foram geradas por suas vibrações,

Perdoai e curai todas as suas ações e verbos que foram gerados pelos desequilíbrios de sua manifestação física,

E que produziram todo o mal que se materializou em seus corpos, trazendo as enfermidades e a redução de sua luz interior.

Mestre Jesus Cristo, utilizai-se de nosso amor e das pessoas que juntam-se a nós nesse momento e que entregam a frequência do amor como forma de doação e cura a esses irmãos, que sofrem de seus males nesse instante.

Que o espírito santo e as falanges dos anjos de cura desçam sobre cada uma dessas pessoas e cure e as abençõe.

Agora Mestre Jesus Cristo, que todos se encontram perdoados e curados, que as energias que os agrediam sejam direcionadas para os planos de luz de Deus Pai-Mãe, e lá, sejam requalificados na lei do Amor Uno.

Que vossas sagradas mãos toquem nas profundezas do coração da Humanidade curando-a para a glória de Nosso Senhor.

EU SOU A CURA
EU SOU O AMOR
EU SOU A CURA E O AMOR
CURANDO, CURANDO, CURANDO.

I